Portal do Governo Brasileiro

Notícias do PAC

Assinar RSS O que é RSS?

PAC financiará outras 25 Casas da Mulher Brasileira até o final de 2016. Este ano serão mais 11

03 de Fevereiro de 2015

Após inaugurar a primeira Casa da Mulher Brasileira, nesta terça-feira (3/2) em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, o governo federal trabalha para lançar mais 25 espaços como esse pelo país até o final de 2016, todas financiadas pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Segundo Aparecida Gonçalvez, secretária Nacional de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres, o PAC foi fundamental para a construção dessas casas. “Além do uso do Regime Diferenciado de Contratações (RDC) simplificar o processo de licitação das obras, estar incluído no PAC representa para os parceiros municipais e estaduais compromisso e interesse do governo federal no investimento”, destacou.

De acordo com a Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM) outras 11 Casas serão inauguradas este ano: em Brasília, Curitiba, São Luís, Boa Vista, Fortaleza, Salvador, Vitória, São Paulo, Rio Branco, Palmas e Maceió. 

A unidade inaugurada hoje em Campo Grande (MS) contou com R$ 18,2 milhões do PAC, dos quais R$ 7,84 milhões foram para a construção da Casa. Os demais R$ 10,36 milhões foram usados para equipar a casa e pagar o seu funcionamento pelos próximos dois anos. O monitoramento dos trabalhos ficará sob responsabilidade da Secretaria de Mulheres por dois anos e, depois, será compartilhado entre o estado e o município.

O projeto da Casa é um dos eixos do programa Mulher, Viver sem Violência que além de enfrentar a violência tem como objetivo empoderar e dar autonomia econômica à mulher.

Saiba mais sobre a Casa da Mulher Brasileira na página oficial do espaço.