Portal do Governo Brasileiro

Notícias do PAC

Assinar RSS O que é RSS?

Brasil elogiado por sua liderança no uso de energias renováveis

25 de Junho de 2012

O Secretário-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, disse que o Brasil é hoje um modelo na produção de energias, a partir de fontes limpas e renováveis, e na realização de um dos maiores programas sociais do mundo, o Luz Para Todos.

Durante a cerimônia de gala feita em sua homenagem no âmbito da Rio+20, Banki-moon também elogiou os resultados apresentados pelo Grupo de Alto Nível em Energias Sustentáveis, do qual faz parte o Ministro de Minas e Energia, Edison Lobão.

Em seu discurso, o Secretário Geral da ONU referiu-se ao trabalho do Ministério de Minas e Energia e destacou a importância da contribuição pessoal do ministro Edison Lobão como integrante do Grupo de Alto Nível. Lobão foi convidado a integrar o grupo, em setembro do ano passado, pelo próprio Ban Ki-moon.

Convidado a falar no evento, Lobão disse que o Brasil “tem demonstrado liderança na transformação em direção às energias renováveis” e que “está orgulhoso de servir como modelo para economias em desenvolvimento.”

“Nós estamos felizes em nos juntarmos à iniciativa do Secretário-Geral para promover energia sustentável para todos, em todo o mundo, afirmou o ministro”.

O Brasil, segundo Lobão, comprometeu-se em investir, até 2014, mais 4,3 bilhões de dólares para alcançar a universalização do acesso à energia no país.

O ministro Edison Lobão informou também que, como líder global em energia sustentável, o Brasil investirá adicionalmente 235 bilhões de dólares nos próximos 10 anos em energia renovável, principalmente em hidroeletricidade e biocombustíveis, incluindo também biomassa e energia eólica, e implementará conservação de energia no montante de 9% em 2030, compreendendo os setores elétrico e de transporte. 

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) continuará a apoiar, por meio de suas linhas de crédito, a produção de energia sustentável em outros países, assinando Memorando de Entendimento com o Banco de Desenvolvimento da África. 

A Eletrobras cooperará internacionalmente com outras empresas de energia para desenvolver fontes competitivas de energias renováveis e sistemas de transmissão associados. O Governo do Brasil também continuará compartilhando, com outros países em desenvolvimento, a experiência acumulada no país em relação aos três objetivos da Iniciativa. 

Duas representantes de comunidades beneficiadas pelo Programa Luz Para Todos, Vânia dos Santos, quilombola da Ilha de Marambaia, e Leila da Conceição, caiçara da Praia do Sonho, ambas do Estado do Rio de Janeiro, participaram de foto com o Grupo do Secretário Ban-Ki-moon e deram seu depoimento sobre a importância da chegada da energia elétrica em suas casas e comunidades.

(Fonte: Ministério de Minas e Energia)

Saiba mais sobre este empreendimento