Portal do Governo Brasileiro

Notícias do PAC

Assinar RSS O que é RSS?

Planejamento recebe propostas de mobilidade urbana

15 de Agosto de 2013

O secretário do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), Maurício Muniz, recebe nesta sexta-feira (16), às 9h30, representantes do Distrito Federal (DF) e do Estado de Goiás (GO) para discutir propostas de mobilidade urbana. Este será o segundo encontro destas localidades com a equipe do ministério para tratar de projetos para setor. O primeiro encontro com o DF ocorreu em 25 de julho, e o Goiás foi recebido no dia 26 do mesmo mês.

 
Pacto Mobilidade
 
O Ministério do Planejamento recebe, desde a primeira quinzena de julho, representantes das principais cidades brasileiras para discutir a destinação dos R$ 50 bilhões anunciados pela presidenta Dilma Rousseff para mobilidade urbana. 
 
Até agora, o governo federal recebeu propostas das cidades de Natal (R$ 575 milhões), Goiânia (R$ 742 milhões), São Paulo (R$ 7,46 bilhões), Rio de Janeiro (R$ 2,3 bilhões), Salvador (R$ 1 bilhão), Belo Horizonte (2,87 bilhões), Fortaleza (R$ 1,08 bilhão), Curitiba (R$ 5,34 bilhões), Porto Alegre (R$ 2,3 bilhões), Recife (R$ 4,29 bilhões), Guarulhos (R$ 1,2 bilhão), ABC Paulista (R$ 4,79 bilhões), Belém (R$ 1,1 bilhão), Teresina (R$ 399 milhões), Manaus (R$ 153 milhões), Maceió (R$ 789 milhões), Campo Grande (R$ 40 milhões), São Luis (R$ 1,15 bilhão), João Pessoa (R$ 911 milhões), São Gonçalo (R$ 210 milhões), Nova Iguaçu (R$ 146 milhões) e Campinas (R$ 1,119 bilhão).
 
Entre os estados estão São Paulo (12,09 bilhões), Rio de Janeiro (R$ 2 bilhões), Bahia (R$ 3,3 bilhões), Minas Gerais (R$ 4,49 bilhões), Ceará (R$ 1,74 bilhão), Paraná (1,24 bilhão), Rio Grande do Sul (R$ 1,13 bilhão), Rio Grande do Norte (R$ 294 milhões), Pernambuco (R$ 172 milhões), Pará, Piauí (R$ 1,6 bilhão), Amazonas (R$ 900 bilhão), Alagoas (R$ 1,5 bilhão), Mato Grosso do Sul, Maranhão (R$ 6,55 bilhões), Paraíba e o Distrito Federal (R$ 4,8 bilhões). As demandas solicitadas até o momento totalizam R$ 81,9 bilhões.
 
No dia 31 de julho, a presidenta anunciou a primeira destinação deste montante. A cidade de São Paulo recebeu R$ 3,148 bilhões para construção de 99 quilômetros de corredores de ônibus. As propostas apresentadas pelos outros estados e cidades ainda estão sendo analisadas.