Portal do Governo Brasileiro

Notícias do PAC

Assinar RSS O que é RSS?

Anunciados R$ 5,3 bi para mobilidade de Curitiba

29 de Outubro de 2013

Curitiba contará com novos recursos para mobilidade urbana. O anúncio foi feito nesta terça-feira (29) pela presidenta Dilma Rousseff. Serão disponibilizados R$ 5,3 bilhões para o metrô de Curitiba e para o sistema de BRTs (Bus Rapid Transit). Do total anunciado, R$ 1,4 bilhão será de financiamento federal, com 30 anos de amortização, cinco anos de carência e juros subsidiados. 
 
O metrô da capital paranaense contará com R$ 4,5 bilhões para a construção de 17,6 km. Destes, R$ 1,8 virá do Orçamento Geral da União (OGU). Já o BRT receberá investimento de R$ 727 milhões para expansão de 32 km da linha já existente, nos sentidos Norte e Sul.  

"Melhorar o transporte urbano é interesse de toda a população, tanto das regiões metropolitanas quanto das médias cidades. É um dever que temos com quem nos elegeu e não devemos levar em conta situações partidárias", disse a presidenta. Ela lembrou também que, antes das manifestações de junho, o governo já destinava R$ 90 bilhões para mobilidade urbana. Depois, foram anunciados mais R$ 50 bilhões para o setor com o Pacto da Mobilidade.

Em seu discurso, ao anunciar os investimentos, Dilma também destacou que o Brasil ficou muitos anos sem investir em metrô porque não existiam financiamentos adequados para este tipo de empreendimento. Segundo ela, isso se reverteu principalmente após 2007, quando “recuperamos nossa capacidade de planejar, de ter projetos e de ter recursos adequados ao que queremos fazer”.

De acordo com o prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, "o plano de mobilidade trará o maior aporte de recursos que a cidade já recebeu em 20 anos". O investimento anunciado hoje faz parte do Pacto da Mobilidade  e as obras serão viabilizadas por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2). 
 

Saiba mais sobre este empreendimento