Portal do Governo Brasileiro

Notícias do PAC

Assinar RSS O que é RSS?

Dilma visita obras e anuncia investimentos em Pernambuco

17 de Dezembro de 2013

 
A presidenta Dilma Rousseff participou de uma série de compromissos hoje em Pernambuco envolvendo obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) e anunciou que projetos de mobilidade urbana terão quase R$ 2 bilhões, para a construção de corredores exclusivos de ônibus, Veículo Leve Sobre Trilhos (VLTs) e corredor de transporte público por via fluvial.
 
A presidenta proveitou a oportunidade também para falar dos investimentos que serão realizados no Arco Metropolitando de Recife, o anel viário da região metropolitana da capital pernambucana, na BR 101.
 
Veja no infográfico abaixo quantos recursos serão investidos em projetos de mobilidade urbana em outras capitais brasileiras:
 

O primeiro compromisso de Dilma foi visitar as obras da refinaria Abreu e Lima, localizada no Complexo Portuário de Suape. Ela terá, quando concluída, capacidade de processar 230 mil barris por dia de petróleo pesado, produzindo derivados para comercialização. A taxa de conversão de óleo cru em diesel será de aproximadamente 70%, o que fará da refinaria a maior unidade operacional da Petrobras nessa atividade.
 
A obra é responsável por gerar mais de 40 mil empregos diretos e indiretos e está em ritmo acelerado, com mais de 80% de execução. A previsão de partida do primeiro trem de refino é novembro de 2014 e do segundo trem em maio de 2015.
 
Veja fotos da refinaria aqui.
 
Em seguida, a presidenta participou da inauguração da plataforma P-62, primeira a ser construída no estaleiro de Ipojuca, o Atlântico Sul, em Pernambuco. A P-62 terá capacidade de produzir 180 mil barris de petróleo por dia e 6 milhões de m³ de gás quando estiver em operação no campo de Roncador, na Bacia de Campos. Durante quase três anos, cerca de cinco mil trabalhadores ergueram uma estrutura de mais de 60 mil toneladas da plataforma que tem 330 metros de comprimento e 119 metros de altura, com capacidade para 110 pessoas.
 

“Diziam que a gente não conseguiria fazer nem casco”, disse Dilma Rousseff em seu discurso na inauguração da P-62, “e hoje o Brasil está fazendo plataformas e navios”, completou. A presidenta lembrou que essa foi a 9ª plataforma entregue em 2013 e que ela possui 63% de conteúdo nacional.

Com informações do Blog do Planalto.