Portal do Governo Brasileiro

9º Balanço do PAC 2

O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) completa três anos com 82,3% das ações, no período 2011-2014, já concluídas. O programa também está com alta execução. Até dezembro de 2013, o PAC 2 executou 76,1% do previsto para o período 2011-2014.
 
Veja aqui reportagem da TV PAC sobre o lançamento do Balanço de 3 anos do PAC 2.
 
Com mais de 30 mil empreendimentos, o PAC contribui para a geração de empregos em todo o Brasil. Assim, o País atingiu a menor taxa de desocupação em toda a série histórica: 4,3%, em dezembro de 2013, conforme apurou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em municípios diretamente beneficiados pelo programa, como é o caso de Ipojuca (PE), onde se localiza o Complexo Industrial Portuário de Suape, a geração de emprego formal foi de 214% nos últimos seis anos, enquanto a média do Estado de Pernambuco foi 42%. Em Altamira (PA), cidade onde se localiza a Usina Hidrelétrica de Belo Monte, houve um crescimento de 571% ante a média do Estado do Pará, 30%. 
 
Novas cadeias produtivas estão em pleno desenvolvimento no Brasil, com geração contínua de empregos. O PAC se consolida, a cada ciclo, como programa estruturante que alavanca o País, com a retomada do planejamento e de execução de grandes obras de infraestrutura social, urbana, logística e energética. Na área de energia, o parque gerador brasileiro teve sua capacidade aumentada em 10.200 MW. As Usinas Hidrelétricas de Jirau (3.750 MW) e Santo Antônio (3.150 MW), em Rondônia, já estão em operação e juntas já somam 1.276 MW em capacidade instalada.
 
Em 2013 foi concluído ainda o Circuito 1 da Interligação Madeira-Porto Velho-Araraquara.
 
Em 2013, na área de exploração e produção de petróleo, foram entregues quatro navios de grande porte, entre eles, o petroleiro Dragão do Mar e o navio de produtos José Alencar.
 
O PAC 2 também finalizou mais de 3.080 km de rodovias em todo o Brasil, como a BR-448 (RS) Rodovia do Parque, que desafoga o trânsito na região metropolitana de Porto Alegre; e a BR-324 (BA) Via Expressa Baía de Todos os Santos, responsável pela redução do conflito entre o tráfego urbano e de cargas, com destino ao Porto de Salvador.
 
Nos Portos, o PAC 2 concluiu, entre outras obras, o Terminal Marítimo de Passageiros de Recife (PE), a construção da Avenida Perimetral portuária na margem esquerda do porto de Santos (SP), e a recuperação e ampliação do cais comercial do porto de Vitória (ES). A capacidade dos aeroportos brasileiros aumentou em 15 milhões de passageiros por ano, com a conclusão de 22 obras pelo PAC. A reforma e ampliação do Terminal de Passageiros de Foz de Iguaçu e a ampliação do Terminal de Cargas de Curitiba, ambas no Paraná, estão concluídas.
 
O Programa Minha Casa, Minha Vida entregou 1,51 milhão de moradias, beneficiando mais de cinco milhões de brasileiros, o que equivale à região metropolitana de Belo Horizonte (MG), terceira maior do país. As contratações já somam, ao todo, 3,2 milhões de unidades, sendo 2,24 milhões de moradias contratadas no MCMV 2. Mais de seis milhões de pessoas também são beneficiadas com melhores condições de abastecimento de água e devido à conclusão de barragens e adutoras em sete estados da região Nordeste. Por meio do programa Luz para Todos, que após 2011 concluiu mais de 455 mil novas ligações, 1,8 milhão de pessoas agora possuem energia elétrica. 
 
O Projeto de Integração do Rio São Francisco está com todos os lotes dos eixos Norte e Leste em obras, empregando mais de 8.700 trabalhadores e mobilizando cerca de 2.700 máquinas nos estados do Ceará, Paraíba e Pernambuco. 
 
Os empreendimentos de mobilidade, que organizam melhor o trânsito e facilitam o deslocamento das pessoas, somam investimentos de R$ 143 bilhões em todo o País. Desse total, R$ 50 bilhões são do Pacto da Mobilidade, lançado em 2013 quando também foram concluídas obras como o trem urbano de São Leopoldo a Novo Hamburgo (RS), o aeromóvel, em Porto Alegre (RS), e o Boulevard Arrudas, em Belo Horizonte (MG). 
 
É o PAC criando um Brasil de oportunidades.
 
Comitê Gestor do PAC.
 
18 de fevereiro de 2014